Cinco curiosidades sobre o comportamento dos ovinos

"Os ovinos apresentam particularidades comuns que ajudam a melhorar o seu bem-estar e respeitar as suas necessidades e comportamentos fisiológicos"

Data

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Cinco curiosidades sobre o comportamento dos ovinos

Os ovinos apresentam uma grande variedade em termos genéticos e de raça, no entanto, existem particularidades iguais para qualquer animal da espécie, que podem ajudar a perceber como melhorar o seu bem-estar e respeitar as suas necessidades e comportamentos fisiológicos.

Descubra cinco curiosidades sobre os ovinos:

  1. São animais gregários, ou seja, andam sempre em grupo, no chamado rebanho, onde se sentem confortáveis, também pela questão de segurança que lhes confere, por esta ser uma estratégia de defesa contra predadores. A separação de um só animal do resto do rebanho pode ser um causador de stress e também pode ser um sinal de que um animal isolado seja um animal doente, que não apresente capacidade de acompanhar o rebanho e se prefira refugiar perto de pontos de água.

  2. Apresentam comportamento mimético, que se representa por imitar o comportamento (alimentar, ruminar, correr, levantar, etc.) de uma ovelha líder, apesar de não haver uma relação hierárquica marcada. Treinando a líder do rebanho, pode-se facilitar bastante o maneio do rebanho devido a comportamento.

  3. São seletivos a comer, o que significa que preferem percorrer maiores distâncias para consumir espécies mais apetecíveis quando têm essa possibilidade.

  4. Evitar stresses térmicos, leva a que os animais estejam sempre a procurar abrigos e zonas termicamente mais favoráveis, como por exemplo nos montados alentejanos, nas horas de maior calor se verem os rebanhos todos à sombra das árvores.

  5. Percorrem grandes distâncias para se alimentarem, sendo também uma consequência dos dois comportamentos anteriores, da procura por pastagens mais palatáveis e zonas termicamente mais confortáveis. Consequentemente podem passar entre 4 a 14 por dia a pastorear, preferindo sempre as horas antes e depois do nascer do sol.
Autor: João Caçador – Engenheiro Zootécnico
Fonte: Silva, S. R., Almeida, J. C., Monteiro, D. O., Correia, M. J., Palma, A. G. & Ferreira, A. (2018). Manual de boas práticas – Bem-estar em ovinos. UCADESA. 1ª Edição