QUE ENSINAMENTOS PODEM AS PECUÁRIAS DE EXTENSIVO RETIRAR DA COVID-19?

"Uma quarentena a animais que venham do exterior é recomendável"

Data

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Que ensinamentos podem as pecuárias de extensivo retirar da COVID-19?

Isolamento e quarentena são termos que por estes dias estão na ordem mundial do dia, no entanto já estão há muito enraizados na pecuária. Ainda assim, quando falamos de pecuária extensiva estas práticas, assim como a biossegurança, muitas vezes ainda não são valorizadas com a importância devida.
 
A biossegurança é, ou deveria ser, um dos aspetos mais importantes a ter em conta numa exploração, pois é o conceito que põe em prática protocolos e maneios para a garantir que problemas sanitários não vêm do exterior para afetar os animais das explorações.
 
Uma quarentena a animais que provenham de exterior é recomendável (e deveria ser obrigatório), através de uma separação de pelo menos três semanas num parque desinfetado, com acompanhamento de veterinários para manter o controlo do estado fisiológico desses animais, vigiando-os durante esse tempo de separação, para garantir que não demonstram nenhum problema.
 
Por outro lado, a separação de animais que apresentem patologias e o seu isolamento num parque deveria ser uma prática comum, de forma a evitar a propagação de problemas e para facilitar a recuperação.
A utilização de vacinas, nos timings certos e com uma aplicação correta, com ajuda de veterinários, ajuda a aumentar a imunidade dos animais e a precaver a utilização de antibióticos e perda de animais por problemas que seriam facilmente evitados.
 
Apesar do controlo em explorações extensivas ser mais exigente, separações físicas que evitem ao máximo o contacto com animais selvagens, assim como controlos periódicos a todo o efetivo são práticas que evitam problemas no futuro.
Além disso, um registo atualizado e prático de tudo o que é relacionado com cada animal, através dum software de gestão, como o Wezoot, ajuda o produtor a ter sempre informação fidedigna e alertas relativos a tarefas que necessitam da sua atenção, prevenindo patologias e outros problemas na exploração.