"A CC do filho está intimamente ligada com a CC da mãe, principalmente nos primeiros meses, que depois podem influenciar bastante os resultados a jusante tanto de forma positiva como negativa."

Data

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Três pontos chaves da condição corporal das reprodutoras

A condição corporal (CC) das reprodutoras é um aspeto fundamental que por vezes não recebe a atenção que deveria por partes dos produtores, ligando mais à CC do filho do que da mãe. No entanto, a CC do filho está intimamente ligada com a CC da mãe, principalmente nos primeiros meses, que depois podem influenciar bastante os resultados a jusante tanto de forma positiva como negativa. É também necessário denotar que a parte reprodutiva é a última das prioridades nutricionais de uma reprodutora, passando primeiro pelas necessidades de manutenção e desenvolvimento fetal, lactação e crescimento, exigindo assim uma CC que dê respostas aos primeiros parâmetros para que haja um bom desempenho reprodutivo.

Com isto em conta, vamos realçar três dos mais importantes fatores que a CC afeta mais diretamente:

1. Duração do anestro pós-parto: sendo um dos valores que mais influencia o intervalo entre partos, uma boa CC antes e após o parto é importante para definir os dias até um novo ciclo reprodutivo, pois uma má condição ao parto vai obrigar a que o animal não tenha grandes reservas corporais e que as tenha que ganhar numa fase em que a prioridade é, e deve ser, a lactação.

2. É o resultado do maneio alimentar: a CC é reflexo direto da alimentação e qualquer problema patológico que o animal possa ter, mas, principalmente, da parte alimentar, que depois tem influência em praticamente todas as decisões de maneio que se tomem relacionadas com os animais.

3. Vitalidade ao nascimento: fêmeas em má CC aumentam, em grande parte, o aparecimento de problemas como o baixo peso das crias, atrasos no início da lactação e pouca produção de leite, imunidade deprimida das crias entre outros.

Assim pode concluir-se que um controlo da CC, através da avaliação subjetiva (avaliação por escala) ou objetiva (valorando a espessura da gordura dorsal por exemplo), é um ponto fundamental para o sucesso reprodutivo e produtivo duma exploração e, consequentemente, o sucesso financeiro e económico.

Utilizando registos para monitorizar e controlar a CC é uma forma de facilitar este controlo, através de softwares de gestão como o Wezoot, que permitem registar no histórico o animal as avaliações da CC, facilitando consultas de controlo futuro para avaliar o estado do efetivo individualmente e no global.

Autor: João Caçador – Engenheiro Zootécnico
‘Baseado em: Dourado, J., D., & P (2018). A importância da condição corporal em índices reprodutivos de quatro vacas de carne no sul de Portugal. Relatório final de estágio em Mestrado Integrado em Medicina Veterinária. Porto: Universidade do Porto – Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar.